PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe|

Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem
zecomeia
avatar
RPG Maker
RPG Maker

Masculino Postagens : 51
Data de inscrição : 20/08/2009


Ver perfil do usuário http://colmeia-do-ze.blogspot.com/
MensagemAssunto: Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes Seg Nov 02, 2009 10:00 am

2.Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes


Como vimos no capítulo anterior, o RGSS/RGSS2 provem da linguagem de programação Ruby, seria interessante, porém não necessário, o leitor se informar mais sobre a linguagem Ruby, até porque existe mais conteúdo que possa ajudar no aprendizado sobre Ruby do que RGSS, e muito deste conteúdo é válido para o RGSS, além do mais isso ajuda a ampliar os horizontes para a programação.No final deste capítulo serão anexados alguns links que possam ajudar com o Ruby.

Tipos de Dados

Para criação de programas é preciso manipular dados, sendo eles, basicamente, números e letras.No RGSS os dados são separados da seguinte forma:

Numbers:

Citação :
Integer: Números inteiros positivos e negativos.

°Fixnum: Números inteiros positivos e negativos limitados por valores máximo e mínimo dependentes da máquina do usuário.

°Bignum: Valores que ultrapassem os limites de fixnum são automaticamente convertidos para Bignum.
Citação :
Float: Tem maior precisão que o Integer pelo fato de comportar números com vírgula .

Citação :
Boolean: Representa os estados lógicos, true ou false.

Para o número ser negativo, deve ser precedido do sinal “-”. Os números também pode assumir bases diferente da decimal, como octal, hexadecimal ou binária. Para isso o número deve ser:

0 => para octais
0x => para hexadecimais
0b => para binários

*Lembre-se, cada base tem uma forma correta de utilizar. Os octais devem ter, após e juntamente ao 0, apenas números 0 a 7, os hexadecimais, após e juntamente ao 0x, apenas números de 0 a 9 e letras de A à F, e os binários, após e juntamente ao 0b, apenas 0 e 1.

Strings:

São cadeias de caracteres. Quando definida uma string entre aspas (“ ”) esta permite a entrada de caracteres de escape para o controle de fluxo da mesma, mas quando definida entre apóstrofo (‘ ‘), também conhecido como aspas simples, caracteres de escape não são reconhecidos. Existem outras formas de definir uma string e serão mostradas posteriormente neste trabalho.


Conversores de tipo

Agora serão mostrados alguns “conversores de tipo”. Esse conversores quando aplicados corretamente, retornam o valor do objeto, a qual foi associado, convertido para o tipo de dados que o método converte.

to_s()

Retorna dados do tipo string. Ex:
Código:
_var = 1
print _var.class
print _var.to_s.class
print _var.class
_var = _var.to_s
print _var.class

Perceba(a partir do print da classe do objeto em cada etapa do exemplo) que simplesmente usando o métodos to_s() o objeto não é alterado definitivamente, mas é visível que na linha “_var = _var.to_s” você esta redefinindo a variável, agora com o valor “1” do tipo string. Funciona do mesmo modo para os próximos casos.

to_i()

Retorna dados do tipo integer. Ex:
Código:
_var = “1”
print _var.class
print _var.to_i.class
print _var.class
_var = _var.to_i
print _var.class

to_f()


Retorna dados do tipo float. Ex:
Código:
_var = 1
print _var
print _var.class
print _var.to_f.class
print _var.class
_var = _var.to_f
print _var
print _var.class

to_a()

Retorna os dados em uma array(veremos futuramente). Ex:
Código:
_var = “1”
print _var.class
print _var.to_a.class
print _var.class
_var = _var.to_a
print _var.class

Variáveis

Variáveis são uma exceção com relação a linguagem ser totalmente orientada a objetos, pois variáveis não são objetos, mas sim, referências ao objeto atribuídos à elas.
O exemplo abaixo ajuda a entender isto:


Explicação básica para entendimento do exemplo:

O comando print irá mostrar uma janela, sendo que o conteúdo da mensagem é o valor especificado para o comando, no nosso caso são os valores atribuídos para a variável, chamada sugestivamente de “variável”, e também utilizamos, em seguida de cada atribuição de valores, novamente o comando print, só que agora para mostrar o valor retornado pelo método class que basicamente retorna a que classe o objeto pertence.
Outro comando que utilizamos foi o #. Ele serve para escrevermos comentários em uma linha. Comentários tornam o código escrito após ele inútil afim de influenciar o seu programa, isso significa que não afeta em nada em seu código, podendo então, ser usados como anotações para organizarmos melhor nossos códigos, mas no nosso caso, os comentários foram usados para demonstrar o que vai ser mostrado na janela mostrada pelo comando print. Teste e verá que o resultado será o que está escrito após os comentários (com exceção do “=>“).
Talvez tenha notado a linha 13, onde a variável foi definida com valor nil, e que ele pertence a NilClass. Este valor nós chamamos de nulo, para indicar que a variável, na realidade, não faz referência a um objeto de nenhum tipo citado anteriormente. As variáveis de tipo global e de instância(veremos a seguir) fazem referência, inicialmente, ao valor nil mesmo se a variável ainda não tenha sido declarada(ou até mesmo não existam) no seu código.
Por final, perceba que nossa variável fez referência a objetos de tipos diferenciados ao longo do nosso código(String, Fixnum, Float, etc). Em algumas linguagens tal tarefa não é tão simples quanto em Ruby. Um exemplo disso é a linguagem de programação C, onde as variáveis devem ser definidas com o seu tipo implícito.

Os tipos de variáveis:

Variáveis locais: valem apenas para o bloco de código onde foi definida(blocos, métodos). Como regra da linguagem, variáveis locais devem ser escritas com pelo menos a primeira letra minúscula ou com uma sublinha “_”(do inglês, underline).

Variáveis de instância: valem para toda a classe.Como regra da linguagem, variáveis de instância devem ser precedidas do caractere “@“.

Variáveis de classe: valem para toda a classe e continuam com o mesmo valor independente do objeto que a instancie. Como regra da linguagem, variáveis de classe devem ser precedidas do caractere “@@“.

Variáveis globais: valem para todo o programa, independente de onde for utilizada. Como regra da linguagem, variáveis globais devem ser precedidas do caractere “$“.

Constantes:

Assim como variáveis globais, tem valor em todo o programa, mas existem cuidados especiais para com Constantes que devem ser tomados(veremos futuramente). Como regra da linguagem, Constantes devem ser escritas com pelo menos a primeira letra maiúscula, porém, costuma-se escrevê-la inteiramente com letras maiúsculas.

Definindo Variáveis e Constantes. Exemplos

de variáveis locais:


de variáveis de instância:


de variáveis de classe:


de variáveis globais:


de constantes:





Scripts RGSS, Resources, Tutorials and Translations by zecomeia is licensed under a
Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at Santuário RPG Maker
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angel Warrior
avatar
Intermediário
Intermediário

Masculino Postagens : 98
Data de inscrição : 09/05/2009
Emprego/lazer : O meu lazer é mexer no maker e conversar com outros makers pelo menos uma das coisas que costumo fazer ^^
Mensagem Pessoal : Não sou muito humorado, são pouquíssimas as brincadeiras que eu aceito, pouquíssimas mesmo.


Ver perfil do usuário
MensagemAssunto: Re: Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes Qui Jan 21, 2010 1:26 pm

Outro tutorial perfeito parabéns só fico me perguntando aonde damos reputação porque você realmente mereceu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Douglanilo
avatar
Mestre
Mestre

Masculino Postagens : 959
Data de inscrição : 02/04/2009


Ver perfil do usuário http://www.twevergrand.com
MensagemAssunto: Re: Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes Qui Jan 21, 2010 1:56 pm


_________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
zecomeia
avatar
RPG Maker
RPG Maker

Masculino Postagens : 51
Data de inscrição : 20/08/2009


Ver perfil do usuário http://colmeia-do-ze.blogspot.com/
MensagemAssunto: Re: Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes Qua Jan 27, 2010 7:47 am

Muito obrigado cara, fico muito feliz por ter achado tão bom o tutorial. Quando me surgir um tempo eu faço o próximo capitulo ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apostila RGSS/RGSS2 | Cap.2 - Básico sobre Dados, Variáveis e Constantes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The World of EverGrand :: Programação em Linguagens :: Ruby Game Scripting System :: Programação-